Resenha: Luxúria, de Juliana Bizatto, por Michelle Pereira






Ficha Técnica:
Título: Luxúria
Autor: J. Bizatto
Editora: Independente
Ano de Lançamento: -
Gênero: Fantasia
Páginas: 494
Preço Médio: R$ 35
E-book Amazon






Oi, oi, gente! Bão? Espero que sim!

Ok. Aconteceu de novo. 

Luxúria é outro livro que li sem conhecer a sinopse e acertei em cheio! Eu conhecia a fama do livro e da autora pela Thais Lopes, que super elogiou o trabalho da Ju. Ela não me deu muitos detalhes na época, só me disse que eu precisava ler e bem, quando vi a oportunidade de ser parceira da Ju, logo me agarrei a ela! E foi uma das melhores coisas que fiz! Luxúria me deixou morta e descabela do chão.

Sabe aquelas histórias que não tem nada para ser reclamado, por que ela é perfeita?
Luxúria é assim, haha! Posso estar exagerando, mas para mim, é um dos melhores livros nacionais (e tenho conhecido vários assim nos últimos tempos... meu hall está ficando cheeeeio)

Então vem comigo para você conhecer essa história mara também!




Todo mundo quer ser uma Hoffer (eu também! Quero ser ahazzante com elas)! As belas garotas loiras que vivem numa ilha no sul do Brasil, em Tormento, sem um único homem por perto (a não ser os fantasmas - os seguranças que rondam a ilha, por segurança, mas que nunca aparecem; e por Juan, o funcionário que ajuda a cuidar da ilha e que leva as meninas de lancha até o porto), e junto de suas mães e da avó. Ricas e lindas, não poderia ser diferente: elas arrancavam suspiros, masculinos e femininos, por onde passavam, seja pelo estilo, seja beleza.

Nossa protagonista é Samantha Hoffer, ou Sam, cujos olhos negros fogem ao padrão claro das primas e irmã, além do porte físico menos avantajado e ser meio estabanada. O estilo também! Sam era a menos preocupada em ser uma beldade, preferindo ser mais largada da vida, haha. Talvez um reflexo de ser surfista.

(E aqui, já abro um parênteses para falar das outras Hoffer, peças-chave da história ((todas são primas da Sam, tirando a Babi, só pra constar - vou apresentar essas garotas melhor em um post exclusivo, com as fichas técnicas de cada uma)):
1. Babi (Bárbara) é a irmã mais nova da Sam, e uma daquelas garotas deslumbradas pelo amor puro e doce.
2. Mô (Mônica) é a prima e melhor amiga da Sam, maluca, com um estilo meio espalhafatoso de dar inveja, além de ser meio iludida no amor, haha
3. Sy [leia-se SAI] (Simone) é, de longe, a mais escandalosa, principalmente com sua risada espalhafatosa. A mais irritante, acho.
4. Regi (Regine) é irmã-gêmea da Sy. Bem menos escandalosa e a mais séria, talvez até fria, entre as garotas
6. Luci (Lucille) irmã da Mô e parece ser a mais centrada e mais pé no chão entre as seis Hoffer.)

Loiras e poderosas devidamente apresentadas, vamos continuar.

No primeiro dia de volta às aulas, Sam, como sempre, é a primeira a ficar pronta. É meio irritante ter de esperar suas primas e irmã, mas não tem outro jeito... para chegar a escola, que fica no continente, as garotas precisam pegar uma carona de lancha até o porto, para então seguir de carro até a instituição.

Logo... não dá pra se livrar disso. O que resta a Sam é aceitar.




Chegando ao porto, ela vê um cara novo, em uma Dodge Ham. Ele não era conhecido, nem mesmo pertencia a região, mas seus olhos verdes estavam lá e fizeram o coração de Sam meio que descompassar. 

E quem é que elas encontram ao chegar na escola? 

A “sensação do momento” são os irmãos Benjamin e Tamisa. Esta última, muito tímida, é logo integrada a vida de estudante por Mô, pois estudariam na mesma sala (impossível ser mais comunicativa que ela).

Já o irmão, é totalmente o oposto de Tami: arrogante e se acha o bam-bam-bam, além de atrair e irritar Sam. (Esqueci de mencionar, ele também é liiiiiiiiiiiiiiiiindo de morrer e paxonei à primeira vista).

E Sam nem podia se dar ao luxo de ser conquistada, já que, desde sempre, namorava com Martin... Relacionamento este que estava deixando nossa protagonista de cabelos em pé. Ok, Martin sempre foi perfeito para ela. Quando eram mais novos. 


"- Sam, eu não desisto porque sei reconhecer algo extraordinário quando a vejo." 

Agora, eles haviam amadurecido e mudado muito. As ideias já não batiam mais... E Sam estava encurralada nessa relação, sem saber o que fazer, e continuando a insistir no erro, embora fugisse sempre que pudesse do namorado, que ultimamente só pensava em sexo.

Até quando essa “fuga” iria durar era impossível saber... Porém, Ben estava levando Sam ao limite. E querendo ou não, eles estavam atraídos um pelo outro.


"Por que você insiste em segurança e razão? Não existe nada lógico em ser feliz, Sam."

Entre festas poderosas, pranchas de surf e algumas confusões, finalmente Sam conseguiu dar um basta em Martin. Amém! Porque eu já não estava mais suportando ele. E ele parecia estar lidando bem com o término. Inclusive, em um domingo em que Sam foi sozinha à praia (e a vozinha falou mil vezes que elas não deveriam NUNCA sair da ilha sem avisar e sem a companhia umas das outras), Martin gentilmente ofereceu carona a Sam até o porto, onde ela pegaria a lancha para a ilha Hoffer.


Só que nem eu, nem a Sam, imaginaríamos que ele faria algo tão hediondo contra ela. Mas ele fez. E deixou Sam traumatizada. É sem palavras, sério... Ju partiu meu coração nessa cena e teve de aguentar meu chororô nos inboxes da vida (inclusive, isso aconteceu ao longo da história toda). 

Depois disso, Ben parecia cada vez mais disposto a proteger Sam, no entanto, ele estava cada vez mais distante, sobretudo com a chegada de sua avó a cidade. 

"Mas o que eu mais gostava era a forma como ele olhava para mim. Eu não podia ter certeza se era apenas para mim, mas, às vezes, ele me olhava como se não existisse mais ninguém neste mundo ou, talvez, por estar tão apaixonada, era eu quem me perdia nos seus olhos e esquecia do resto."

Aiiiiiiii como vou falar de Luxúria para vocês? Sem-orrrrr!!!



Como eu disse antes, a história escrita pela Ju Bizatto é uma das melhores que já li, ever! E me dá o maior orgulho por ser nacional! A escrita da autora é gostosa, leve e fluida. Fiquei meio com medo quando vi que a história se passava ao Sul do Brasil, por que já li um livro em que o autor carregava demais no sotaque dos personagens, de chegar a ficar cansativo de ler, sabe? Mas a Ju não faz isso! Ela balanceia muito bem os trejeitos de cada um e os torna perfeitos. Perfeitos sim! Por que eu conseguia me colocar no lugar de cada um e gosto disso, gosto quando consigo me vestir de personagem e embarcar na história. Isso é o melhor de cada história. Quando um autor consegue fazer isso, uau! Amo!

Ao longo do texto, tem algumas imagens do kit de brindes de boas-vindas que a Ju me enviou e que amei! S2

A capa, com essa cara de diário antigo, é muito misteriosa e não a liguei na história, ainda. Mas sinto que vem coisa quente por aí, sobre tudo, no próximo livro da série, Apocalipse, que espero ler em breve. 

Principalmente depois das revelações bombásticas do final do livro. Céus! Que final! 

E como já tomei alguns spoilers sobre o que vem por aí, só me sinto ainda mais desesperada para ler!

Vem ser uma Hoffer também! Vem ler Luxúria!

Conheça mais sobre a história no site Herança de Sombras.

Hugs!

11 comentários:

  1. Miiii, fiz uma baita resposta linda e apagou kkkk
    Como responder a essa resenha, senhoooooor? Kkkk
    Devo admitir que me envaidece quando vc disse que consegue entrar na pele dos personagens, pois me esforcei bastante para vc sentir isso
    Sobre o sotaque, foi difícil decidir se o manteria ou o substituiria, mas não teve jeito, sem os "tus" não ia ter graca kkk
    É realmente me apavonei quando vc disse que luxuria é um dos melhores livros nacionais que vc já leu ❤️
    Amiga, isso é um baita de um elogio!
    Mi, foi ótimo reler luxuria através dos seus olhos, foi muito emocionante, e mal vejo a hora de vc ler apocalipse kkkk
    PS.: eu sempre choro naquela dita cuja cena entre Sam e Martin
    PS.; espero que sejamos PFF

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkk ooohh chateação! Fiquei até curiosa!

    Você merece todos os elogios do mundo, Ju! Luxúria é uma joia rara!

    Você terá sempre meu apoio e carinho. Quero a série toda!! E jamais deixarei você desistir dela, porque o mundo precisa conhecer Herança de Sombras!

    Mil beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá linda,

    Fiquei babando por esse livro, porque parece ser de alta qualidade com personagens engraçadas, divertidas e curiosas e homens de fazer qualquer perna feminina tremer.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oieee, tudo bem?

    Gente nossos autores nacionais estão com tudo não é mesmo? Ótima colocação sua dizendo que a autora não força no sotaque, realmente tem alguns que ficam até exagerados por causa disso!

    Anotei essa dica, adorei sua empolgação na resenha e fiquei com muita vontade de ler esse livro... Coloquei na lista e espero ler em breve ♥

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Michelle!
    A premissa parece bem interessante. Fiquei bem curiosa com esse início de resenha falando que na ilha vivem só mulheres. Estranho isso. rsrs
    Final bombástico? Quero ler!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  6. Adoreei a resenha mega empolgada! Acho que é a primeira vez que leio sobre esse livro e você conseguiu me deixar beeem interessada na leitura. A premissa é mesmo mega interessante :D Espero ter a oportunidade de conferir também!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tudo bom?
    Eu também tenho mania de ler sem ter dado uma passada antes pela sinopse, eu acho que capa e título também são referencias para comprar e ler um livro, afinal a primeira impressão é a que fica. Parece ser uma narrativa muito legal.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Gente que resenha mais convidativa. Conhecia o livro por nome, mas sabendo um pouco mais afundo sobre o mesmo, fiquei bem curiosa. Quero ser uma também haha, por isso dica anotada <3 Adorei sua resenha e suas fotos <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não conhecia a autora, mas gostei bastante da sua resenha!! Vou adicionar à minha lista de leituras! Obrigada pela dica
    Beijos

    a-lilianaraquel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie! Tudo bem?

    Comprei esse livro outro dia na Amazon, e quando surgir uma oportunidade com certeza irei realizar a leitura dele! Não sei bem ainda o que acharei da história, mas todos falam tão bem que sinto que irei gostar também!

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Olá! Adorei a sua resenha, me parece o tipo de livro que gosto, com romances, personagens com personalidades difíceis e alguns dramas a serem superados! Gostei da questão do sotaque e trejeitos locais e adoro quando o autor nos presenteia com esse tipo de detalhe. Vou procurar para ler.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir